S. Carey – Range of Light
Álbuns
Novidade

S. Carey
Range of Light

2014 | Jagjaguwar
folk / indie

Não é fácil descrever a experiência de escutar certos discos pela primeira vez. Afinal, por mais cerebral que seja a música, a relação entre ela e o ouvinte costuma ter muito menos a ver com a razão, do que com qualquer emoção privada que aqueles sons possam despertar. Range of Light, novo disco de S. Carey (ou Sean Carey, também conhecido como percussionista do Bon Iver), é um bom exemplo disso. Suas faixas compartilham o estilo de arranjo rebuscado de Justin Vernon, com sua riqueza de detalhes e texturas, e também refletem muito a formação musical acadêmica de seu compositor, apaixonado por jazz e música minimalista. Mas, no final, o grande valor destes pouco mais de 30 minutos de audição está mesmo em seu caráter transcedental, no turbilhão de sensações e imagens que eles são capazes de imprimir em sua mente. Não que todos os elementos pensados da música não contribuam para a elevação da experiência. Fazem parte dela, sem dúvida. Mas a questão é que qualquer pessoa pode aproveitá-la sem perceber todas as camadas que compõem o som ou sem saber quem é Steve Reich e o que ele tem a ver com o movimento circular de “Crown the Pines”. Talvez até aproveite mais. Afinal, há muito mais a se desperdiçar na tentativa de entender os motivos da viagem do que na contemplação das paisagens à beira da estrada. E na viagem de Range of Light, do abismo da solidão à claridade da esperança, belas paisagens não faltarão.

Faixas favoritas:  

"Creaking", "Crown the Pines", "Fire-scene", "Neverending Fountain"
» Comentários